Vantagens da Flexografia: Etiquetas em Rolo

Home › Blog

Economia e Produtividade em
um único sistema de impressão

No universo da impressão existem inúmeros processos de produção que podem ser feitos para garantir a qualidade dos produtos impressos. A flexografia é um deles! 

Esse nome é bem técnico, no entanto, vale a pena entender como é o processo para melhorar o entendimento dos motivos pelos quais os ganhos econômicos e de produtividade são possíveis.

De forma bem direta e objetiva, a flexografia nada mais é do que uma maneira de impressão que é realizada por meio de uma chapa que possui um relevo constituído por uma borracha chamada cliché. 

Avanços da Flexografia

Essa técnica teve um crescimento tão grande que substituiu a rotogravura, usada anteriormente, nos segmentos de embalagens flexíveis, de impressão offset, rótulos e etiquetas. 

Antes de qualquer coisa é preciso definir qual tipo de tinta que será usada no processo de impressão. Atualmente existem três tipos de aplicações flexográficas:

  1. Feita a base de solventes;
  2. Feita a base de água;
  3. E por fim, feita a base UV curável.

Depois disso o processo pode ser iniciado:

No primeiro momento: a área da superfície que será impressa é disposta em relevo. 

As áreas de grande relevo são as primeiras a receberem a tinta. 

Logo depois, a tinta é transferida do cliché para o suporte selecionado. Pronto, é assim que será aplicada nas embalagens. 

Para isso é utilizada uma chapa bem flexível que pode ser disposta sobre os cilindros com a ajuda de uma fita adesiva. 

Essa técnica é usada na impressão de diversos tipos de produtos. De forma geral, o processo de flexografia é dividido de duas formas:

    • Em Banda Larga:  quando a impressão está ligada à embalagens de papel de presente, editoriais e cerâmicas;
    • Em Banda Estreita: nesse caso a impressão está ligada diretamente a impressão de rótulos, etiquetas e adesivos.

 

Tipos de produtos fabricados pelo processos de flexografia.

A máquina

As máquinas utilizadas durante a impressão flexográfica são compostas por um rolo tomador de borracha que manda a tinta para a matriz. 

É necessário um cilindro específico para montar a matriz, que deve ser montada no cliché de borracha. 

Performance de Impressão do Sistema Cooperart’s

Com relação às vantagens desse sistema, os impactos são técnicos e econômicos, a começar em permitir a impressão em uma variedade enorme de materiais como: papel com vários acabamentos, com ou sem adesivo, papel térmico, BOPP e plásticos. 

Outro ponto que merece destaque são os clichês que permitem impressão em milhares de exemplares com alta qualidade e produtividade. 

Para se ter uma ideia de produtividade, o equipamento em funcionamento na Coopearts é capaz trabalhar numa velocidade de impressão de 50 mts por minuto.

Nosso sistema permite a impressão de 6 cores em dois versos e corte rotativo incorporado. Isso permite a impressão de milhares de exemplares com alta qualidade.

Sobre a Cooperarts:

A Cooperarts possui especialidade em impressão de rótulos e etiquetas em rolos adesivos.

 Atuamos há mais de 20 anos com o compromisso de oferecer aos nossos clientes, parceiros e colaboradores as melhores soluções com o melhor custo benefício.

Estamos prontos para atender vários segmentos produzindo produtos como:

  • Etiquetas de pneus;
  • Etiquetas para transportadoras em branco ou (impressa)
  • Etiqueta ou rótulos para produtos químicos (barricas e tambores).

 

Sobre

A Cooperarts industrializa e comercializa a mais completa linha de materiais metálicos e não metálicos, tais como chapas e bobinas de Alumínio, Aço Inox, Cobre, Latão, Bronze, Acrílico, Acetato, PVC, Poliestireno, Policarbonato Cristal e Texturizado ,Void, Vinil e Papel com e sem adesivo.

Contatos